MP responde PSOL-SP sobre acidente no rodeio em Hortolândia

O triste acidente que matou seis cavalos e o mascote Beethoven em decorrência dos fogos de artifício no rodeio de Hortolândia levou o Partido Socialismo e Liberdade – PSOL Estadual de São Paulo a entrar com uma Representação no Ministério Público de Hortolândia pedindo o fim da realização dos rodeios na cidade, a investigação sobre as condições de segurança no local, para pessoas e animais, e a identificação dos responsáveis pela tragédia.

O MP informou que abriu Inquérito Civil para apurar a segurança, eventual dano ao meio ambiente e aos consumidores e que acionou os organizadores do rodeio e a Prefeitura de Hortolândia para esclarecimentos. O caso está na 1ª Promotoria de Justiça com o promotor, Marcelo Di Giacomo Araújo.

A Representação do PSOL-SP foi atendida em alguns pontos e o pedido pelo fim do rodeio em Hortolândia ainda segue para avaliação na justiça local. “Será preciso muita mobilização dos envolvidos com a causa animal para banir da cidade eventos que causem maus tratos aos animais”, disse o presidente estadual do PSOL vereador Paulo Bufalo.

O vereador de Campinas é autor do Projeto de Lei 168/2014 que proíbe a queima e soltura de fogos por ser um problema de saúde pública e para os animais. O PL está em tramitação na Câmara Municipal.

Posted in Noticia.