Vereador Paulo Bufalo homenageia ativistas e instituições em Sessão Solene

Nesta sexta-feira, dia 22/11, o vereador Paulo Bufalo (PSOL) homenageia ativistas e pessoas que se destacaram nos movimentos sociais nesse ano de 2013. A Sessão Solene é aberta ao público, ocorre às 20h, no Plenário da Câmara Municipal, Av. Engenheiro Roberto Mange, 66 – Ponte Preta.

Os homeageados receberão as honrarias: Diploma de Mérito Cultural, Diploma São Francisco de Assis, Diploma de Honra ao Mérito e Medalha Arautos da Paz que estão divididos para: Associação dos Trabalhadores Expostos à Substâncias Químicas – Atesq, aos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Francisco, à Nélia Aparecida da Silva, à diretoria da Associação Brasileira Ferroviária de Preservação – Maria Fumaça, à Aparecida Aquilar de Oliveira, Alessandra Ribeiro e João Zinclar.

São todos e todas lutadores na nossa cidade, que, com suas lutas influenciam em políticas públicas para os diversos segmentos em Campinas”, disse Paulo Bufalo. Será uma noite de reencontros e de muita alegria, completa.

Homenageados

A Associação dos Trabalhadores Expostos à Substâncias Químicas – Atesq, representa ex-trabalhadores contaminados das empresas Shell/Basf. A entidade lutou na justiça, por mais de dez anos, para obter convênio médico e realizar tratamentos. Esse ano, a decisão, em última instância, foi favorável ao grupo.

Em 2012, os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Francisco, em parceria com a FEAC e outras entidades, resgataram a memória do bairro Vila Castelo Branco e escreveram o livro “Nosso bairro tem história”, sob a orientação da coordenadora pedagógica, Nélia Aparecida da Silva.

Na luta da causa animal, a enfermeira aposentada, Aparecida Aquilar de Oliveira dedicou-se a valorizar os cuidados e a proteção aos animais.

A diretoria da Associação Brasileira Ferroviária de Preservação, conhecida como Maria Fumaça, faz um trabalho incansável na preservação da memória e da história da ferrovia na cidade.

Em outro resgate da memória, da Ferrovia Mogiana, o trabalho resultou na revista “Nos Trilhos”, de 2012. A produção e pesquisa foi da historiadora, Alessandra Ribeiro, e o registro fotográfico de João Zinclar, seu último trabalho publicado em vida. O Diploma de Mérito Cultural dedicado a João Zinclar, falecido em janeiro desse ano, será recebido por sua filha Victória Ferraro Lima Silva.

Posted in Noticia.