Candidato do PSOL é o único a apontar contradições e desigualdade social, em sabatina na PUC

A PUC-Campinas abriu espaço para que alunos, professores e trabalhadores da universidade, conhecessem os 7 candidatos à prefeitura de Campinas. A Faculdade de Jornalismo organizou uma sabatina que ocorreu na manhã de hoje, 12/9.

O candidato a vereador e presidente estadual do PSOL Paulo Bufalo acompanhou o candidato a prefeito Arlei Medeiros. O evento reuniu 400 pessoas. As questões foram previamente feitas por alunos e professores e escolhidas por sorteio. Na rodada de perguntas os temas foram divididos em: desenvolvimento urbano, desenvolvimento econômico, desenvolvimento social e questões gerais.

A primeira pergunta para Arlei foi sobre saneamento básico e ele afirmou que o PSOL vai fazer 100% da rede. “Campinas virou a cidade dos negócios, que só se desenvolve para uns. O PSOL escolheu a sustentabilidade. Na prefeitura existe falta de iniciativa para resolver a questão”.

Sobre desenvolvimento econômico, Arlei reforçou que, para o PSOL, é preciso ter desenvolvimento social. “Com contrapartida de empresas para a cidade, se faz desenvolvimento com disciplina e respeito aos campineiros”.

Na seqüência, os tema foram esportes, infra-estrutura e reurbanização. “Repensar a cidade é ter o controle de Campinas, é acabar com as privatizações. No transporte vamos quebrar a concessão e municipalizar o serviço, contratar ônibus, ter passe escolar, inclusive para universitários. A mobilidade é democracia e uma nova forma de repensar a cidade”.

O candidato e atual prefeito continuou fazendo promessas, ao dizer que o Teatro Castro Mendes será entregue em novembro. Já para o PT, o tema corrupção foi motivo de constrangimento ao candidato.

Paulo Bufalo acredita que apesar da sabatina levantar temas amplos como desenvolvimento urbano e social da cidade, os candidatos que aparecem liderando as pesquisas se esquivaram nas respostas. “Eles evitaram entrar em questões mais profundas. Só o candidato do PSOL apontou as contradições e a desigualdade social que determinam os rumos da cidade”, explicou.

Posted in Noticia.