De olho nas empreiteiras que destroem o sonho da casa própria

DSCN6697

Os moradores dos quase 200 sobrados dos Núcleos Residenciais Vila Parque Anhumas 1 e 2, próxima à Vila Nogueira, passaram por momentos felizes ao saírem da Comunidade Moscou onde viviam em barracos de madeira, em 2010, serem premiados e reconhecidos pelo Ministério das Cidades por fornecerem informações sobre melhor utilização de recursos. Agora, as casas entregues pela Prefeitura pelo Programa de Aceleração de Crescimento – PAC estão com rachaduras, telhado cedendo, viga rachada, escadas soltas e outros problemas de estrutura.

Diante de mais um caso de problemas em estrutura de empreendimentos habitacionais, que se tornou muito comum em nossa cidade, fiz mais um Requerimento solicitando informações sobre projetos, obras e procedimentos de entrega das moradias. Perguntamos sobre questões técnicas – se a Prefeitura realizou vistorias para expedir os Certificados de Conclusão da Obra – CCO e pedimos cópia. Se foi feita vistorias e se os engenheiros municipais encontraram divergências entre o projeto inicial e a obra vistoriada e se todas as casas respeitaram os padrões construtivos e as normas de segurança ou se a Prefeitura constatou algum objeto de mudanças no projeto original, quais foram e cópia dos documentos que comprovem a informação.

O documento também pede o nome e o número de registro no órgão de classe do responsável técnico – que firmou a ART – pela construção das casas. Queremos saber se a Prefeitura tem conhecimento oficial dos problemas construtivos das moradias.

O Mandato solicita ainda cópia dos projetos, de pelo menos uma casa de cada núcleo, acompanhados dos respectivos memoriais descritivos dos materiais utilizados na construção. Estamos de olho nessa construtoras que não cumprem com os procedimentos corretos e destroem o sonho da casa própria das família campineiras. Aguardamos também as explicações da Prefeitura de Campinas. Nos próximos dias iremos até o bairro para registrar em foto.

As família registraram reclamações na Cohab e os técnicos da Prefeitura vistoriaram as casas, mas ainda não houve solução para o caso. A Cohab informou que não é sua responsabilidade acompanhar obras do PAC e que esse trabalho é da Secretaria de Infraestrutura. A Secretaria de Obras, que enviou os técnicos, disse que acionou a construtora Encalso e que farão uma perícia completa.

Com informações do Jornal Folha do Taquaral – nossos agradecimentos.

Posted in Noticia and tagged , , , , , , , , , , .