Laicidade e Intolerância com Jean Wyllys

DSCN7689

Acompanhei o debate Laicidade e Intolerância promovido pelo Fórum Pensamento Estratégico PENSES da Unicamp, que ocorreu nesta segunda-feira, 19/10, com a presença do deputado federal do PSOL/RJ Jean Wyllys. Conversei com Jean sobre a onda ultra conservadora que assola nossa Câmara Municipal, da aprovação do PME sem menção às palavras gênero e diversidade sexual com agressão física de um religiosos integralista à uma professora.

No debate o jurista gaúcho, Roberto Lorea, destacou a Constituição Federal e separação da ingreja e do Estado. “Quando se pertence a maioria religiosa se torna opressor e nem percebe, mas a minoria sim. Ser laico não é ser contra a religião. O Estado tem valores basta ver a Constituição. Eu, por exemplo, sou religioso e sou laico”, apresentou o juiz.

o deputado Jean Wyllys falou da luta que trava na Câmara pela pressão do fundamentalismo religioso, que vem atacando direitos conquistados ou em luta, como dos movimentos feministas, da agenda LGBT e contra religiões de matriz africana. Jean disse que os interesses de mercado estão presentes, que a bancada BBB (bala, boi e Bíblia) é racista e contrária a autonomia do corpo – um direito básico de cada pessoas.

“Com minha atuação, não quero excluir a religião da esfera pública, e sim, que se leve em consideração o acúmulo do conhecimento que temos. Devemos lembrar que não há como reprimir o homossexual, já que a ciência já provou que o homossexualismo não é doença e nem desvio de conduta. Pode ser considerado pecado, mas para o Estado são cidadãos e têm direitos”, explica o deputado.

Posted in Noticia and tagged , , , .